Solidão na 3º Idade

Na terceira idade, a aposentadoria e a independência dos filhos trazem mudanças significativas na rotina, tornando comum a sensação de solidão e a questionamento da própria existência.

A solidão nessa fase da vida é um desafio significativo que afeta milhões de idosos em todo o mundo. À medida que envelhecem, enfrentam não apenas o declínio físico, mas também a perda de conexões sociais, o que pode ter sérios impactos na saúde mental e emocional. É crucial destacar não apenas a prevalência desse problema, mas também a urgência de ações para enfrentá-lo.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 15% dos idosos com mais de 60 anos sofrem de transtornos mentais, incluindo depressão e ansiedade.

No Brasil, um estudo da Universidade de São Paulo (USP) revelou que cerca de 28% dos idosos se sentem solitários com frequência, destacando a gravidade do problema no país.

Nos Estados Unidos, mais de um terço dos idosos com mais de 65 anos vivem sozinhos, enfrentando níveis elevados de solidão e isolamento social, de acordo com o Census Bureau.

No Reino Unido, a Campaign to End Loneliness relata que mais de 1,2 milhão de idosos se sentem cronicamente solitários, evidenciando a escala do problema e sua gravidade como uma questão de saúde pública.

Estudos também mostram que idosos que se sentem solitários têm maior probabilidade de desenvolver condições de saúde crônicas, como hipertensão, diabetes e doenças cardíacas, em comparação com aqueles que mantêm uma rede social forte.

Muitos idosos nessas situações se perguntam: “E agora, o que farei da minha vida?” Lembre-se de que a passagem para a terceira idade é uma fase de transição, assim como a adolescência e a juventude. Enfrentamos situações desconhecidas e desafiadoras, que nos deixam inseguros.

Conscientes dessa transição, podemos escolher atividades que preencham e deem sentido à vida.

Saúde e Bem-Estar: Priorize sua saúde com uma alimentação saudável e atividades físicas adequadas à sua idade. 

Cuide da mente participe de atividades que a estimulem. Socialize-se em grupos de amigos e participe de atividades comunitárias. O sono é essencial para a saúde física e mental.

Encare este desafio: a terceira idade e a aposentadoria não significam inatividade ou viver desocupado. É viver intensamente, de uma forma diferente. E lembre-se, se você chegou até aqui, é porque venceu muitos outros desafios.

ATIVIDADE
– Em uma folha desenhe círculos, e dê nome a eles usando suas conexões sociais incluindo amigos, familiares, grupos comunitários, etc. (Família, Igreja, Clube, Futebol )
– Identifique áreas onde se sentem socialmente conectados e áreas onde se sentem isolados.
– Pense em maneiras de fortalecer as conexões existentes ou criar novas conexões sociais onde se sintam solitários.

Pericles Ramos
Terapeuta Familiar

Pericles Ramos

Pericles Ramos

Olá, sou Pericles Ramos, sou Terapeuta Familiar e Palestrante na área da Família, formado em Filosofia e Teologia. Há 27 anos, escrevo artigos para sites e apresento programas em várias rádios.

Compartilhe nas mídias:

Comente o que achou:

Indicações de livros na Amazon

Ajude o Site da Família arcar a com seus custos,
comprando por meio de nossos links!

Outros Artigos

Seminário sticks-with-paper-hearts-clew

Seminários de Família: Unindo Laços, Construindo Lares

Nos dias 4, 11, 18 e 26 de abril, teremos uma programação especial e TOTALMENTE GRÁTIS com foco nos relacionamentos....

wallup.net

Antes de partir

De tudo o que foi dito, a conclusão é esta: tema a Deus e obedeça aos seus mandamentos porque foi...

sexo

Desejo e Prazer Sexual no Universo Feminino

O sexo é importante é uma das formas de nos ligarmos à pessoa que amamos. No entanto, existem situações em...

Relaxado

Pode tirar o “cavalo da chuva” quem tem o “burro na sombra”

Aquele que ainda acredita na maré mansa profissional, parou no tempo. Mais: desconectou-se da pujante realidade que toma conta do...

Receba nossos conteúdos diretamente
no seu E-mail

Veja nossas Playlists no Youtube